Home / Cotia / Paratleta cotiano treina para disputar Mundial de Basquete na Alemanha

Paratleta cotiano treina para disputar Mundial de Basquete na Alemanha

José Marcos da Silva, o Pipoka, está entre os 15 pré-selecinados para compor a Seleção Brasileira e busca patrocínio para cadeira de rodas especial

Pipoka durante os treinos no Centro de Treinamento Paralímpico. Está otimista que será um dos 12 selecionados para vestir a camisa da Seleção Brasileira, no Mundial
O cotiano José Marcos da Silva, conhecido como Pipoka, está entre os 15 convocados pela Seleção Masculina de Basquete em Cadeira de Rodas para participar dos treinamentos da equipe que disputará o Campeonato Mundial na Alemanha, em agosto.

A primeira fase dos treinos aconteceu entre os dias 2 e 8 de abril, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Os 15 atletas escolhidos voltam a treinar em maio, após o campeonato paulista. Mas apenas 12 serão efetivamente convocados para a Seleção Brasileira.

“Por isso, a dedicação e desempenho nos treinamentos de cada atleta, nesta fase, serão decisivos para a convocação final para o Mundial”, afirma o atleta.

Pipoka tem a chance de voltar à seleção brasileira 10 anos após sua primeira participação. Mas, para ser classificado entre os 12 que seguirão para a Alemanha, além dos treinos intensos, terá que vencer outro obstáculo, conseguir uma cadeira com rodas especiais para o esporte, que será determinante para desempenho.

De acordo com o atleta, no Brasil, apenas uma empresa produz a cadeira com as especificações técnicas necessárias para a prática do basquete em cadeiras de rodas. Os atletas, normalmente, recebem a cadeira como empréstimo ao serem contratados por algum clube, porém, não durante os treinos da seleção. Daí, a necessidade de possuir uma cadeira própria.

Sem condições de arcar com o custo que gira em torno de R$ 10,3 mil (valor estimado da cadeira produzida em Aparecida de Goiânia – GO), Pipoka, apesar de convicto de que será escolhido, espera conseguir um patrocínio para finalmente comprar sua própria cadeira.

O paratleta coleciona medalhas e troféus ao longo de sua carreira. Entre os clubes está CAD-SP.
Carreira
José Marcos da Silva tem 47 anos de idade e durante sua adolescência, seu esporte era o futebol amador. Mas, antes de completar 18 anos um acidente de moto o obrigou a amputar a perna esquerda.

Após ser convidado para assistir a um jogo de basquete em cadeira de rodas, não demorou muito para iniciar a carreira de jogador. Aos 20 anos estreou no primeiro time profissional, o Centro de Reabilitação do Hospital das Clinicas, onde jogou por 14 anos. O apelido Pipoka veio pela semelhança com o craque ala-pivô da Seleção Brasileira de Basquete e da NBA, João Viana, que também carrega o apelido.

Pipoka passou pelos clubes da Associação Desportiva dos Deficientes (ADD), Clube dos Amigos dos Deficientes (CAD-SP) e Louveira. Atualmente, o atleta cotiano defende o GadeCamp de Campinas – SP.

Em 2008 realizou o maior sonho da carreia ao vestir a camisa da Seleção Brasileira pela primeira vez e disputar os Jogos Paralímpicos de Pequim – China. Com a seleção canarinho não conseguiu subir ao pódio, mas para Pipoka foi uma grande vitória. “Estou muito feliz com essa nova possibilidade de representar o Brasil em uma grande competição”, diz o para-atleta. “Dediquei-me intensamente aos treinos nos últimos dois anos. Disputei campeonatos paulistas e brasileiros, para poder voltar à seleção. O sonho de qualquer atleta é defender a camisa verde e amarela e ajudar o Brasil a conquistar o lugar mais alto do pódio”.

Sobre Granja News

O Granja News, jornal voltado ao público da Granja Viana e região, tem circulação em todo o centro comercial da Granja, parte de Cotia e em 90 condomínios da região, como por exemplo, São Paulo II, Nova Higienópolis, Fazendinha.

Leia também

uma criança com um guarda sol autua simbolicamente uma motorista em cotia

No mês do trânsito, estudantes de Cotia vão ‘autuar’ motoristas

A Secretaria de Transporte e Trânsito organizou uma programação que começou no início do mês …