Home / Cotia / Fluxo irrefletido do cotidiano é tema de exposição itinerante de esculturas em parque de São Paulo

Fluxo irrefletido do cotidiano é tema de exposição itinerante de esculturas em parque de São Paulo

Série “Quem Sou Eu”, de Anita Kaufmann, mostra as cabeças sem os corpos

As obras da série “Quem Sou Eu”, da escultora Anita Kaufmann, chegam ao quarto parque, o CEMUCAM, depois de passarem pelo Ibirapuera, Trianon e Parque do Povo. Segundo a artista, o conjunto de 5 obras faz alusão ao fluxo irrefletido do cotidiano: “O exercício do autoconhecimento traz as perguntas: quem sou eu e para onde vou. As pessoas simplesmente vão mas não sabem para onde. As cabeças sem os corpos refletem a fragmentação do ser humano contemporâneo; os corpos vão mas as cabeças estão paradas”, observa a artista.

A exposição reúne 5 esculturas de grande porte, que podem ser tocadas pelos visitantes. Segundo Anita, “a proposta de expor em parques é tirar as barreiras entre as obras de arte e as pessoas, para que elas parem, abracem, sintam a mensagem”.

“Quem Sou Eu” já passou pelos parques do Ibirapuera e Trianon, e fica até dezembro no Parque do Povo.

Quem Sou Eu em 5 esculturas
A exposição Quem Sou Eu traz um conjunto de 5 esculturas, concebidas para ficarem ao ar livre e próximas umas das outras. Têm estrutura de madeira naval, recobertas com fibra de vidro e pintura, nas cores amarelo, branco, azul, turquesa e vermelho. Cada peça tem 1,80 m de altura e pesa cerca de 30 kg, com sólida e ampla base.

“Para expor em parques”, explica a artista, “é preciso planejar bem o projeto, a instalação de cada obra, com um desenvolvimento técnico rigoroso”.

“Um trabalho artístico totalmente aberto para interação tem que ter uma segurança própria, para não tombar, para resistir a chuva, sol e ventos, e ficar firme e intacto frente aos inúmeros contatos com os visitantes”, diz Anita. A concepção incluiu cálculo estrutural e estudo de instalação, feitos pelo arquiteto Marcelo Mendonça, professor da Belas Artes e da ECA.

Anita Kaufmann, escultora

Completando 40 anos de profissão, Anita Kaufmann já realizou exposições de arte pública na Avenida Paulista (Conjunto Nacional e Praça Cetenco), Praça do Patriarca, Praça da Sé, Parque do Ibirapuera, Parque Trianon, Parque do Povo e agora Cemucam.

Formada em Artes Plásticas pela FAAP, participou de mostras coletivas no Brasil e exterior. No MASP, suas obras foram expostas na coletiva Cinco Séculos de Escultura no Brasil, e na Exposição de Arte Lúdica, nos anos 90.

Participou de mostras coletivas na China, em Hong Kong, e nos EUA, em Washington e Nova York, onde fez também uma individual, na Neuhoff Gallery.

Seus trabalhos foram expostos em individuais em São Paulo, nas galerias Arte Aplicada (1977,1982 e1989), Skultura (1992, 2001 e 2004) e Arte infinita (2006). Expôs também em importantes galerias e espaços culturais do Rio de Janeiro e Recife.

Sobre Hostmarx

Leia também

Sodiê Doces lança Bolo Nescau com desconto

Promoção do Bolo do Mês traz também o sabor Abacaxi com Coco O tradicional achocolatado …