Home / Carapicuíba / Marca mineira ajuda a manter vivas as tradições e as culturas das Rendeiras da Aldeia

Marca mineira ajuda a manter vivas as tradições e as culturas das Rendeiras da Aldeia

Grupo Rendeiras da Aldeia produziu coleção exclusiva em parceria com a Noeh. Lucro será destinado à OCA Escola Cultural

Cuidar. Esse é o lema da parceria entre a Noeh e a Oca Escola Cultural. Localizada na Aldeia Jesuítica de Carapicuíba/SP, a Oca é uma instituição que preza pelo cuidado e desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens da comunidade. Junto com a marca mineira Noeh, o grupo de mães e avós de alunos da Oca, as Rendeiras da Aldeia, produziu uma coleção-cápsula de roupas para bebês, com detalhes bordados à mão com renda renascença. Todo o lucro da venda das peças será revertido para a Oca.

Coleção

“Muito além da roupa, cada peça traz consigo um convite ao fortalecimento do vínculo familiar: o cuidado com a primeira infância, com o desenvolvimento infantil, e com as nossas tradições e raízes”, comenta Ana Paula Lage, designer pesquisadora, fundadora da Noeh.  A coleção “Para Cuidar”, resultado do encontro Noeh+Oca, são roupas que contam e cantam histórias para ninar e brincar.

São 20 peças exclusivas, divididas em cinco modelos de macacões para bebês de até 02 anos, feitos de algodão, com ilustrações bordadas em renda renascença. As ilustrações foram inspiradas em elementos do patrimônio histórico da Aldeia de Carapicuíba, onde habita a casinha (local onde as mulheres rendam), nos espaços de natureza que o circunda e nas cantigas de infância das rendeiras.

Desenvolvimento

O design dos macacões permite à criança toda a mobilidade e liberdade para se movimentar.  “O objetivo da Noeh é dar plenitude ao desenvolvimento infantil através dos produtos. Com as mães da OCA, a gente traz leveza, poesia e tradição, fortalecendo os vínculos entre mães e filhos, entre avós e netos, contribuindo para o brincar, para o desenvolvimento infantil, para que essa criança seja um ser humano melhor”, declara Ana Paula.

As peças podem ser compradas no site da Noeh: https://www.noeh.com.br/paracuidar

Cantigas

As rendeiras têm a tradição de fazer renda juntas, em roda, enquanto levantam o coro de cantigas originárias de suas culturas, que aprenderam ainda na infância. Para compartilhar essa tradição, cada peça Noeh+Oca possui um código (QR Code) que dá acesso, via smartphone, a uma cantiga tradicional que fez parte da infância das rendeiras, cantada por elas mesmas e que faz parte da história de cada estampa.

Além disso, cada roupinha carrega na etiqueta a foto e a história da mãe da OCA, a rendeira, que o fez.

 

Sobre a Noeh

A Noeh é uma marca infantil brasileira de produtos funcionais desenvolvidos para crianças de até três anos, a partir de profundos trabalhos pesquisa, desenvolvimento e inovação. Os sapatos Noeh possuem na palmilha, microesferas soltas que permitem que o bebê tenha os mesmos benefícios de um caminhar descalço em terreno natural, como areia, grama e etc.  Característica que auxilia o equilíbrio e a segurança na caminhada d bebê através do estímulo à formação correta das musculatura dos pés. A Noeh Para Vestir é uma coleção de roupas repelentes para bebês, que podem ser usadas desde o primeiro dia de vida. As roupas, feitas de algodão, possuem em seu tecido um ativo natural, extraído de crisântemos, que é o que a deixa com função repelente de insetos por até 50 lavagens. Além disso, as peças da marca garantem mobilidade e conforto ao neném.

 

Sobre a OCA

Localizada em um patrimônio histórico, Aldeia Jesuítica de 1580, a Oca – Escola Cultural foi criada em 1996 por um grupo de profissionais em busca de uma formação brasileira de crianças e jovens. Para tanto, vem desenvolvendo atividades com as crianças da Aldeia de Carapicuíba através de um repertório gestual, plástico, musical e literário da cultura brasileira. O objetivo é garantir às crianças e adolescentes da comunidade o direito ao desenvolvimento integral através da arte e da cultura brasileira como práticas que legitimem a consciência de si, do outro e da comunidade, valorizando a riqueza cultural desse lugar, habitado predominantemente por migrantes. Em atividades diárias, atende em média 180 alunos diretamente e 1.000 indiretamente em programas de extensão do projeto em escolas públicas.

Rendeiras

As Rendeiras da Aldeia são mulheres que vieram, principalmente, de zonas rurais de diferentes estados do Brasil, buscando uma vida melhor em São Paulo. A produção de rendas é uma tradição pernambucana que chegou à comunidade. O ofício, que é passado de geração em geração, foi ensinado por uma mestra rendeira pernambucana para todas as outras e, hoje, constitui principal fonte de renda das mulheres que fazem parte do grupo de mães da Oca. A produção das rendas é um trabalho totalmente manual.

Sobre Hostmarx

Leia também

Carapicuíba recebe novo plantio de árvores

A cidade recebeu novo plantio de árvores na manhã do último sábado, 14. Dessa vez, …