Home / Cotia / “Queremos fazer um governo participativo e de diálogo”, diz o prefeito eleito de Cotia, Rogério Franco
Almir e Rogério

“Queremos fazer um governo participativo e de diálogo”, diz o prefeito eleito de Cotia, Rogério Franco

Por Victor de Andrade Lopes
Fotos: Manu Borda Fotografia

Rogério Franco e Almir Rodrigues
Rogério Franco e Almir Rodrigues

Os vereadores de Cotia Rogério Franco e Almir Rodrigues (respectivamente, prefeito e vice-prefeito eleitos para a gestão 2017-2020) promoveram na manhã da última quarta-feira (5/10) uma coletiva de imprensa no restaurante Alecrim, vizinho à prefeitura da cidade, no qual falaram da campanha que os levou à vitória nas urnas e sobre os planos para o governo que se inicia em menos de três meses. Além deles, estiveram presentes os vereadores eleitos ou reeleitos Luis Gustavo Napolitano (DEM), Dr. Castor (PSD) e Professor Osmar (PV), além do atual presidente da câmara e não-reeleito Sérgio Folha (PR) e do líder do PSDC de Cotia Pedro Almeida.

Rogerio começou agradecendo à população do município. “Nós sabemos dos desafios que teremos, mas estamos determinados a enfrentar todos eles, melhorar a qualidade de vida da população, e nos dedicar a fazer um governo eficiente”.

A equipe de assessores da campanha de Rogério
A equipe de assessores da campanha de Rogério

Falando da disputa eleitoral, explicaram que foi uma campanha “de diálogo”. “Escutamos as pessoas e entendemos os problemas da cidade para fazer o plano de governo. Fomos no corpo a corpo, de casa em casa, olho no olho e conseguimos identificar cada deficiência que nossa cidade tem nos serviços públicos”, dizem. “Participativo” foi outro adjetivo muito utilizado por eles para caracterizar o futuro governo. “Numa cidade como Cotia, não dá para administrar sozinho. Precisamos que as pessoas participem”.

Sobre a troca de acusações que marcou as duas principais campanhas (a deles e a do ex-prefeito Quinzinho Pedroso, que ficou em segundo lugar por uma diferença apertada), os vereadores disseram que enfrentaram três ex-prefeitos da cidade e “alguns candidatos que ficou muito claro para nós que estavam a serviço de outros candidatos”. Perguntados sobre erros e acertos, disseram que o maior acerto foi não terem “abaixado o nível apesar dos ataques e apesar dos artistas oportunistas que apareceram na cidade”.

Almir e Rogério
Almir e Rogério

Para eles, conversar com pessoas que iam de altos empresários a famílias carentes que mal colocavam comida na mesa foi um “aprendizado para a vida”. ”Vamos atuar muito forte pra que os filhos das famílias cotianas não passem essas necessidades básicas”, disseram. Almir aprofundou a questão e disse que é preciso “entender Cotia, passar na comunidade do Turuguara, passar por bairros e comunidades. Isso não é um problema só do prefeito, é um problema da sociedade”, disse.

Os jovens também chamaram a atenção de Rogério: ”Encontrei muitos nessa caminhada e ouvimos muitas sugestões geniais para os problemas da cidade. Vamos dar oportunidade a eles e estamos identificando de que forma vamos colocá-los para participar da nossa administração”, explicou o psdista.

Imprensa regional
Imprensa regional

Perguntado sobre o alto índice de votos nulos, brancos e abstenções e se isso seria um recado do eleitorado aos políticos, Rogerio disse que o número elevado de nulos foi fruto dos votos a Quinzinho, cuja candidatura estava ainda estava indeferida até a eleição. Disse também que não vê os dados como um recado, embora reconheça o momento negativo que o país vive politicamente.

A apertada margem de votos entre Rogério e Quinzinho e a consequente divisão da cidade foi também motivo de pergunta para os jornalistas. Ao responder, Rogério afirmou: “Agora já descemos do palanque, nossa responsabilidade é governar para toda a cidade, inclusive para eleitores que não votaram em nós. Eu não vejo a cidade dividida, mas temos que reconhecer que foi uma eleição muito disputada. Agora o negócio é romper com essa política antiga”, diz.

Almir e Rogério
Almir e Rogério

Essa divisão se repetiu na Câmara de Cotia, que terá vereadores de ambas as chapas na próxima legislatura, e isso também foi motivo de questionamento ao prefeito eleito. “Os vereadores são pessoas eleitas e não tenho dúvida de que farão o trabalho de fiscalização, mas vão também fazer um trabalho de comprometimento e projetos em benefício da população serão discutidos e aprovados”, disse Rogério.

Em resposta a uma pergunta sobre as qualidades da equipe de secretários que pretendem montar e se ela será montada com políticos da base aliada, eles se comprometeram a fazer as escolhas levando em conta a competência a dedicação dos candidatos. “Aqueles que não tiverem comprometimento e eficiência não ficarão. (…) Aqueles que são acostumados a encostar na máquina pública por serem apadrinhados do ex-prefeito já podem começar  a preparar seus currículos e mandar para a inciativa privada.”

Almir e Rogério
Almir e Rogério

Sobre a segurança pública, área que fica crítica em tempos de crise, Rogério explicou que a cidade tem 325km², 11 municípios limítrofes e nove estradas vicinais que ligam Cotia a eles. “Queremos aumentar o efetivo da Guarda Civil Metropolitana, que apesar das dificuldades, é referência no estado”, explicou Almir, que já esteve à frente da pasta na gestão Carlão Camargo. “Um dos nossos compromissos de campanha é aumentar o monitoramento”, complementou.

A polêmica Zona Azul também não escapou. Rogério acredita que ela tem pontos positivos e negativos e que pretende conversar com cidadãos, técnicos e comerciantes para discutir a questão. “Vou conversar e vai prevalecer a vontade da maioria. Se quiserem que a Zona Azul acabe, eu acabarei com ela”.

Sobre a filosofia da futura administração pública, Rogério disse que enxugará a máquina pública, tratará o dinheiro público com respeito e buscará parcerias com o governo estadual e federal, apresentando projetos sérios e detalhados. “Tem cidades em São Paulo que tiveram mais recursos dos governos do que próprios para investir”, exemplificou.

A situação dos microempresários da cidade foi abordada por vários jornalistas. A dupla explicou que pretende criar um instituto municipal de cursos profissionalizantes, regularizar vendedores ambulantes, trazer um posto do Sebrae e viabilizar licenças digitais. Por outro lado, eles garantem que não fecharão os olhos para o que está errado, e que órgãos como a Vigilância Sanitária continuarão atuantes mesmo para estes pequenos empresários.

Rogério, o diretor do Granja News Rodrigues Rodrigues e o vereador reeleito Luis Gustavo Napolitano
Rogério, o diretor do Granja News Rodrigues Rodrigues e o vereador reeleito Luis Gustavo Napolitano
Rodrigo e Almir
Rodrigo e Almir
Rodrigo e o atual presidente da Câmara de Cotia, Sérgio Folha (não reeleito)
Rodrigo e o atual presidente da Câmara de Cotia, Sérgio Folha (não reeleito)
Almir e Rogério
Almir e Rogério
Imprensa regional
Imprensa regional
Imprensa regional
Imprensa regional
Imprensa regional
Imprensa regional
Rogério
Rogério

img_7976

Sobre Granja News

O Granja News, jornal voltado ao público da Granja Viana e região, tem circulação em todo o centro comercial da Granja, parte de Cotia e em 90 condomínios da região, como por exemplo, São Paulo II, Nova Higienópolis, Fazendinha.

Leia também

Cabo Jean denuncia: Cestas básicas para doação estão estocadas na Prefeitura de São Roque

Foto: Divulgação Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada na segunda-feira, dia 13, o Vereador …

Skip to content