Home / Política / Conselho e administração se reúnem com deputado para trazer verbas para a Santa Casa

Conselho e administração se reúnem com deputado para trazer verbas para a Santa Casa

Na última quinta-feira, dia 6, o deputado estadual Ataíde Teruel (Podemos) esteve em São Roque a convite do vereador Guto Issa (Podemos) e fez uma visita nas instalações da Santa Casa para acompanhar as obras de reestruturação do local, e como anda a atual gestão.

Acompanhado do Presidente do Conselho da Santa Casa Anderson Oliveira, do Provedor Antônio José Alves Miranda e da Administradora da Santa Casa, Andrea Helena Rodrigues, o deputado foi informado das necessidades e dos dados estatísticos da entidade.

Foi demonstrado ao deputado, toda a estrutura da Santa Casa bem como a maternidade, pronto-atendimento, triagem e atendimentos. Também foi apresentado ao deputado um projeto de readequação do centro cirúrgico, a criação de uma área de atendimento e avaliações de partos normais e um berçário.

Também foi passado ao Deputado Ataíde Teruel, todo o histórico administrativo da Santa Casa dos últimos anos, como o do caso dos falsos médicos, da intervenção e da dívida que já ultrapassa os R$ 50 milhões.

Sabendo de todas estas informações passadas pelo presidente do conselho, provedor e administradora da Santa Casa, o deputado se comprometeu a liberar R$ 500 mil de emendas parlamentares para ajudar na compra de equipamentos e nas obras da entidade. As emendas devem chegar entre o mês de março e abril.

O Presidente do Conselho da Santa Casa, Anderson Oliveira, agradeceu a verba de R$ 1,5 milhão que foi repassada pelo deputado federal Vitor Lippi (PSDB), graças aos esforços dos conselheiros do hospital e do vereador Etelvino Nogueira.

 

Projetos

Em junho de 2019, a Administração e a Comissão Gestora da Santa Casa de São Roque, apresentaram uma série de projetos para adequação estrutural do hospital.

As intervenções propostas têm como objetivos principais atender às normas técnicas atuais, otimizar a condição de atendimento das equipes médicas e assistencial para melhorar a experiência dos pacientes.

A administradora da Santa Casa, Andrea Helena Rodrigues, destacou a importância dos projetos no processo de recuperação financeira da instituição. “Melhorando a estrutura técnica, os médicos terão interesse de encaminhar mais pacientes particulares e de convênio para a Santa Casa, e a receita desses atendimentos ajudará na saúde financeira da entidade.

Pronto-atendimento

Com a readequação, o pronto atendimento volta para o bloco em que funcionava antes, onde haverá entrada para macas sem rampa, porta exclusiva para os pacientes que chegam de ambulância e no resgate, salas de observação separadas (masculina, feminina e infantil), consultórios padronizados, fluxos internos para o centro cirúrgico e área de internação, todos adequados às normas técnicas.

O projeto de elétrica foi revisado pelo engenheiro Vasco Trestini e a gestão da obra está sendo realizada pelo engenheiro Antonio Boccato, ambos trabalhando como voluntários. Parte do material foi fornecido por empresários da cidade e a mão de obra foi cedida pela Igreja Adventista.

Clínica Obstétrica

Reforma total da estrutura hidráulica, elétrica, de gases, substituição do piso, louças sanitárias, janelas e portas, instalação de ar condicionado e troca de mobiliário de 6 quartos com dois leitos cada. O projeto da obra já existe e o investimento estimado é de R$ 540 mil.

Clínica Médica e Pediátrica

Reforma total de sete quartos duplos e seis simples totalizando, onde será refeita toda estrutura hidráulica, elétrica, de gases, substituição do piso, louças sanitárias, janelas e portas, instalação de ar condicionado e troca de mobiliário.

O projeto demandará o investimento de R$ 930 mil com 100% dos recursos captados na iniciativa privada, por meio de programa de isenção de imposto de renda.

Centro Cirúrgico

Reforma total das salas cirúrgicas, salas de pré-parto e parto, recuperação anestésica, assistência ao recém-nascido, área de escovação, vestiários médicos, área de esterilização de materiais e demais áreas técnicas.

O projeto de obra está concluído e o valor das obras está orçado em R$ 449 mil que também serão captados junto às empresas. O projeto prevê ainda uma segunda fase para a substituição de mobiliários e equipamentos que serão viabilizados por meio de pleitos de emendas parlamentares. A reforma do centro cirúrgico também aguarda a aprovação do Conselho da Santa Casa para ter a captação de recursos iniciada.

Unidade de Cuidados da Maternidade

O projeto visa melhorar a assistência aos recém-nascidos que precisam de cuidados intermediários logo após o nascimento. O valor estimado é de R$ 128 mil

Dívida

Após diversas administrações e intervenções, a dívida da Santa Casa gira entorno de R$ 54 milhões. O passivo é referente aos prestadores de serviços, fornecedores, acordos, empréstimos impostos, provisão de sinistros (plano de saúde), processos trabalhistas e cíveis. Conforme Decreto Municipal da Requisição l está sendo negociado o parcelamento das dívidas com os Departamentos Jurídicos da Santa Casa e da Prefeitura de São Roque, Provedoria, Conselho de Representantes e com a Administração do hospital.

Sobre Hostmarx

Leia também

Marcel Muscat e Sargento Oliveirinha são candidatos pelo PSL de Cotia

O sentimento de esperança tomou conta da Câmara Municipal de Cotia durante a convenção partidária …