Home / Educação / Sabesp – ETA de Vargem Grande Paulista abre visitas monitoradas para incentivar a educação

Sabesp – ETA de Vargem Grande Paulista abre visitas monitoradas para incentivar a educação

A Estação de Tratamento de Água de Vargem Grande Paulista é a mais tecnológica da região metropolitana; visitas monitoradas estão sendo viabilizadas para incentivar a educação

Em 2018, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) – considerada uma das maiores empresas de saneamento do mundo, atendendo cerca de 30 milhões de pessoas em mais de 370 municípios do estado de São Paulo – inaugurou uma estação de tratamento de água em Vargem Grande Paulista, que veio a ser a mais tecnológica da região Metropolitana de São Paulo.

Em maio deste ano, a ETA de Vargem Grande Paulista passou a poder receber vistas monitoradas de instituições de ensino, com o objetivo de promover conhecimento através de uma experiência diferenciada para os alunos, como conta Luíza Helena Almeida, analista de gestão em educação ambiental e comunicação da Sabesp: “trazemos os grupos aqui para conhecer a estação porque quando você vê pessoalmente, aquela experiência fica na sua cabeça e você não esquece mais. Falamos para cada visitante sobre a importância de tomar medidas como concertar vazamentos, não demorar no banho e não lavar calçadas. Assim, podem nos ajudar se tornando guardiões de cada gotinha, pois sem água não há vida, não há nada”.

A ETA de Vargem Grande Paulista está assumindo a função de abastecer a região de Itapevi, Jandira, Vargem Grande e parte de Cotia, já que a Baixo Cotia foi desativada. A água vem pelo Sistema São Lourenço, que começa na barragem do França, em Juquitiba, através da barragem dos rios Juquiá e Laranjeiras e percorre 52 quilômetros até a estação.

Quando chega, a água fica armazenada em 3 grandes reservatórios e recebem na entrada uma mistura de cal, para a homogeneização e retirada de acidez da água; policloreto de alumínio para a coagular e flocular a sujeira; e o cloro para matar as bactérias que podem provocar doenças.

Depois a água segue para a decantação, onde se concentram os equipamentos mais avançados em termos de tecnologia da Sabesp. Nesse processo é retirado 90% da sujeira da água, que segue para os filtros. Depois de filtrar, é adicionado cal para equilibrar o pH da água e evitar corrosão da tubulação, flúor para evitar cáries dentárias e cloro para proteger a água que vai para os reservatórios e caixas d’água das casas.

O tratamento segue os padrões da Organização Mundial da Saúde e leva em torno de 2 a 3 horas para ser concluído. Apenas na ETA de Vargem Grande Paulista, são tratados 3.500 litros de água por segundo com meta para chegar a 6.400 L/s, atendendo mais de 3 milhões de pessoas.

Como agendar uma visita?

As visitas são pré-agendadas, e em grupos a partir de 20 pessoas. Os agendamentos podem ser feitos pelos e-mails: [email protected] ou [email protected], ou pelo telefone 4158-5192. Se um grupo tiver menos de 20 pessoas e quiser visitar, é possível negociar uma data e ir com um outro grupo que já esteja marcado.

Sobre Hostmarx

Leia também

Prefeitura de Vargem Grande Paulista pavimenta Rua Helena Ebina

A Prefeitura de Vargem Grande Paulista levou mais infraestrutura e mobilidade urbana ao bairro Matão, …