Home / Cotia / Cotia/SP – ‘Janeiro Roxo’ alerta para o diagnóstico e tratamento da hanseníase

Cotia/SP – ‘Janeiro Roxo’ alerta para o diagnóstico e tratamento da hanseníase

 

 

A doença tem cura, mas se não for tratada pode deixar sequelas. Em Cotia, o SAE/CTA é referência em atendimento dos casos suspeitos e oferece o tratamento gratuitamente

 

Tradicionalmente, no primeiro mês de cada ano acontece o movimento que marca a Luta Mundial contra a Hanseníase ‘Janeiro Roxo’. Conhecida como lepra, a doença tem cura, mas se não for tratada pode deixar sequelas. Entre os primeiros sinais estão manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele. E, neste ano, por conta da pandemia do novo Coronavírus, a campanha gira em torno da divulgação de informações sobre a hanseníase em todas as Unidades Básicas de Saúde de Cotia.

Dados da Sociedade Brasileira de Hansenologia mostram que o Brasil é o segundo país do mundo com o maior número de casos da doença. A Índia encabeça esta lista. A cada ano, são diagnosticadas mais de 30 mil pessoas com hanseníase no Brasil. A doença afeta os nervos e o doente perde a sensibilidade ao calor ou frio, ao toque e à dor. Em Cotia, foram diagnosticadas 12 pessoas com hanseníase entre os anos de 2015 e 2020.

A Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde de Cotia, alerta sobre a importância do diagnóstico precoce e reforça que o tratamento é gratuito oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O diagnóstico pode ser feito em um consultório ou ambulatório. O médico analisa lesões na pele com manchas (partes da pele podem não ter sensibilidade) e alterações neurológicas específicas (dormências e formigamentos).

“É importante que todas as pessoas que convivem com alguém que tem hanseníase sejam avaliadas”, alertou Silvana Silva, coordenadora da VE de Cotia. “O nosso SAE/CTA é a unidade de referência para atendimento de casos suspeitos, mas nada impede que o paciente converse sobre o assunto em uma consulta na atenção básica”, completou.

O SAE/CTA fica na Rua Valdionor Belotti, 105, bairro Santo Antônio do Portão. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. O telefone de contato é 4616-5921 e o email é (saecotia@gmail.com).

 

 

O que é hanseníase?

É uma doença infecciosa e contagiosa que causa manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele. A pele também pode ter alteração da sensibilidade e o paciente não sente (ou tem sensibilidade diminuída) calor, frio, dor e mesmo o toque. É comum ter sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades (pés, mãos) e em algumas áreas pode haver diminuição do suor e de pelos. Atenção: o paciente pode ter dificuldades para segurar objetos, pode queimar-se e não sentir ou, por exemplo, perder os chinelos sem perceber. A doença pode provocar o surgimento de caroços e placas em qualquer local do corpo e diminuição da força muscular.

 

De onde vem a doença?

A hanseníase não é hereditária. É causada pelo bacilo Mycobacterium leprae e sua transmissão acontece de pessoas doentes sem tratamento para pessoas saudáveis, pelas vias aéreas superiores (tosse, espirro, fala).

 

 

 

Sobre Granja News

O Granja News, jornal voltado ao público da Granja Viana e região, tem circulação em todo o centro comercial da Granja, parte de Cotia e em 90 condomínios da região, como por exemplo, São Paulo II, Nova Higienópolis, Fazendinha.

Leia também

Cotia/SP- Corridas emocionantes e chuva marcam 2ª etapa da Copa São Paulo de Kart no Kartódromo Granja Viana

Etapa marcou a estreia dos benefícios para os competidores das categorias Rotax; os irmãos Nelsinho …