Home / São Roque / Vereador Cabo Jean afirma que Prefeitura de São Roque não planejou retorno das aulas para 2021

Vereador Cabo Jean afirma que Prefeitura de São Roque não planejou retorno das aulas para 2021

Foto: Divulgação

Na semana passada, a Prefeitura de São Roque informou que as aulas nas escolas municipais serão retomadas no próximo dia 18 de outubro com a presença de todos os alunos e profissionais da educação. Cabo Jean recebeu a notícia com espanto, pois ele afirma que não houve sequer planejamento e nem organização para o retorno.

Cabo Jean explica que em 10 de janeiro o Chefe do Executivo fez uma live na EMEF Tetsu Chinone, no Paisagem Colonial, e ressaltou que iria reformar a unidade escolar, o que não aconteceu até o momento. Além disso, fez questão de mencionar que a educação é prioridade no seu Governo. “Já em 26 de fevereiro, em outra live, o Prefeito que considero puro marketing político e aparição, disse que estava iniciando um plano de reforma para que todas as escolas recebessem pintura. Na última segunda-feira, dia 20 de setembro, passados 262 dias dessa gestão, nenhum prédio escolar foi submetido a qualquer melhoramento. Por isso, reafirmo que nesses nove meses não houve qualquer planejamento, até porque nunca foi interesse dele que as aulas voltassem em 2021”, fala.

O Vereador Cabo Jean lamentou a atitude desesperada do Prefeito. “Sabemos que quem sofre com essa falta de comando é a comunidade escolar. De forma repentina, em 15 de setembro, emitiu-se uma circular (14/2021), às 10h, dentro da Educação, convocando os diretores das escolas para uma reunião às 11h30, sem as presenças do Diretor de Educação e da Chefe do Ensino Infantil que se encontra de férias. De maneira atropelada, faltando apenas doze dias para o retorno das aulas, porque até então definiu-se que seria em 27 de setembro, ficou acertado que as aulas voltariam com apenas 50% dos alunos na mencionada data. Para a minha surpresa, em nenhuma das 35 folhas da Circular, tem qualquer relato, informação ou detalhe sobre a variante Delta”, comenta.

Indignado, Cabo Jean ressaltou que a partir da divulgação interna da retomada das aulas, aconteceram muitas críticas e questionamentos. “Como o Prefeito não sabe lidar com críticas, obviamente teve uma senhora dor de barriga, e desesperado, no dia 16 de setembro, convocou uma reunião em seu gabinete com a participação de vários servidores de diversos departamentos e determinou que eles realizassem visitas em todas as escolas. No final do mesmo dia, recebeu a notícia de que a maioria das escolas não possuem condições para o retorno das aulas, inclusive a Defesa Civil interditou mais uma escola, dessa vez a EMEF José Luiz Pinto, em Gabriel Piza. O desespero de um Governo perdido com a Educação é tão grande, que na última sexta-feira, dia 17 de setembro, emitiram um comunicado alegando que o retorno das aulas será em 18 de outubro com 100% dos alunos e que tal mudança ocorreu por precaução devido aos 15 casos da variante Delta no município, mas enfatizo que em 15 de setembro já existiam esses casos. Ou seja, o Diretor de Educação assina uma Circular, estabelece critérios para o retorno e dois dias depois já não tem mais condições? O que me causou estranheza também foi o fato de que se a variante Delta é considerada a mais transmissível até agora, como migram o retorno de 50% para 100% dos alunos?”, questiona.

Segundo levantamento feito pelo Parlamentar, serão apenas 36 dias de aula se não houver em nenhum desses dias alguma reunião. “Retornam dia 18 de outubro, a previsão de encerramento do ano letivo é para dia 17 de dezembro, dando um período de 59 dias. Mas temos feriados e pontos facultativos, dia 10 de dezembro paralisa as atividades escolares, e de 13 a 17 de dezembro fica para a atribuição dos docentes. Com R$10 milhões em caixa, alguém tem dúvidas que faltou planejamento e competência para o retorno das aulas em nossa cidade? Creio que estão literalmente parados no tempo e as nossas crianças é que ficaram desemparadas e sem aulas presenciais. Ao contrário de outros municípios, que já reiniciaram as aulas, por aqui a gestão não conseguiu sequer fazer as impressoras das escolas funcionarem”, finaliza.

Sobre Granja News

O Granja News, jornal voltado ao público da Granja Viana e região, tem circulação em todo o centro comercial da Granja, parte de Cotia e em 90 condomínios da região, como por exemplo, São Paulo II, Nova Higienópolis, Fazendinha.

Leia também

Canil da Guarda Municipal de São Roque auxilia em ação de busca e resgate de idosa perdida em Itu

Fotos: Divulgação Agentes do Canil da guarda Municipal de São Roque participaram nesta segunda e …

Skip to content